Home Coluna ADI-PR
Coluna ADI-PR
COLUNA DIA 15/02/2019 PDF Imprimir E-mail

GOVERNO PLANEJA INFRAESTRUTURA PARA OS PRÓXIMOS 30 ANOS

O secretário da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, e o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), João Alfredo Zampieri, têm a missão de planejar a infraestrutura do Paraná para os próximos 30 anos. O governador Ratinho Junior quer que a logística do Estado acompanhe o aumento da produção agropecuária e industrial nas próximas décadas. Muitos dos projetos estruturantes necessários serão desenvolvidos em parceria com o governo federal, que prepara um pacote de concessões na área. Mas Sandro Alex informa que a secretaria já iniciou projetos para os trechos críticos das rodovias.


Prioridade nacional
O ministro de Infraestrutura e Transportes, Tarcísio Gomes, afirma que pretende qualificar as rodovias do Paraná que estão sob administração privada como de prioridade nacional. Esta é uma das classificações possíveis dentro do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), do governo federal.

 

 

Vizinho aliado

A ministra da Indústria e Comércio do Paraguai, Liz Cramer, confirmou interesse no projeto do corredor bioceânico, menina dos olhos do governador Ratinho Junior. O projeto de conectar o Porto de Paranaguá ao de Antofagasta, no Chile, passando por Paraguai e Argentina, pode economizar até 40% no valor do frete na exportação para a Ásia. A proposta já foi apresentada ao presidente Jair Bolsonaro. Outros interesses em comum na infraestrutura, como a nova ponte Brasil-Paraguai e oportunidades de investimentos em ambos os países deverão avançar em março, quando o governador Ratinho Junior terá uma agenda com o presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, em Assunção.


Livre da aftosa

O Paraná aguarda para maio a posição do Ministério da Agricultura sobre o pedido de reconhecimento do Estado como área livre da febre aftosa sem vacinação.

 

Fábrica à venda

O mercado anda agitado com os rumores de que a fabricante paranaense de papel Sepac está à venda. A empresa, com sede em Mallet, região Sul do Estado, produz papel higiênico, papel toalha e fralda descartável e está avaliada em R$ 1 bilhão. Segundo o jornal O Estado de S.Paulo, a Sepac contratou o Itaú BBA para buscar alternativas para o negócio e tem grande chance de ser comprada por algum grupo estrangeiro, como a americana Kimberly-Clark.

 

Ampliação da Volvo

A Volvo vai investir mais de R$ 250 milhões até 2020 na ampliação da produção de caminhões, no complexo industrial de Curitiba, o maior da marca no continente. Serão mais 300 empregos diretos.

 

 

Menos acidentes

O Sesi Paraná vai lançar uma solução para a gestão dos processos de segurança e saúde no trabalho A plataforma Sesi Viva+ será apresentada no dia 27 de fevereiro, com a presença do economista comentarista da GloboNews Ricardo Amorim. O mercado é grande. O Brasil é o quarto país com o maior número de acidentes de trabalho

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 Próximo > Fim >>

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL